Sonhava alto

Cada noite, um sonho
Cada sonho um expectativa
Eu sempre sonhei alto
Pensava em cada coisa maluca
Nem sei se meus sonhos vinham do meu cérebro ou da nuca

Um dia sonhei em voar
Em me atirar do alto de uma montanha
Com todos que eu amo
Com todos que me fazem bem
Meu pai, Minha mãe, minhas irmãs…
Eu sei que pularia com mais de cem
Fazendo piruetas,
Acrobacias,
E no final abrir o paraquedas colorido
E ao chegar poder dizer
Sou destemido

Mas como sonho não é realidade
Não espero nada
Só quero em cada sonho felicidade

 

Caio N. Chiamulera, 7F